A Tratore por aí:

Elétrico Brasil 2002

por Mugomango
Palavras-chave Eletrônico.


Em ‘Elétrico Brasil 2002’, o Mugomango surpreende logo na audição das primeiras faixas com sua diversidade de beats, timbres, texturas e melodias. O disco caminha por direções distintas sem perder a cara – há o groove irresistível da música de trabalho, “Preta Menina”, sem abrir mão também do peso de “A Preferência Nacional” e do charme de “Je Suis Um Lac Et Tu Me SeC”, cantada em francês por Joana Ceccato.



Faixas (16)

1.
Elétrico Brasil 2002

Editora: Direto-


2.
Jazzy Mugo

Editora: Direto-


3.
Drum V.B.

Editora: Direto-


4.
Miles X Hermeto - 1º Round

Editora: Direto-


5.
Copa 70

Editora: Direto-


6.
Beewax

Editora: Direto-


7.
Jimmy's mines

Editora: Direto-


8.
Drum vagum

Editora: Direto-


9.
Quimica beat grool

Editora: Direto-


10.
Preta menina

Editora: Direto-


11.
A preferência nacional

Editora: Direto-


12.
Mugo trois

Editora: Direto-


13.
Domingo introspectal

Editora: Direto-


14.
Bonus Tracks - Cambridge apt 42

Editora: Direto/Direto-


15.
Um whisky com vinil

Editora: Direto-


16.
Je suis um lac et tu me sec

Editora: Direto/Direto-



Produtos relacionados
(0/0)


   

Resenhas

Escreva uma resenha






Você gostou do disco?



Resenha (opcional)





Positivas (2)
Não é a Elza!

Essa capa foi feita pela Bijari, a imagem é um gravura de Geandre Tomazoni. O "Mugomango" Arthur Joly nem imaginava que um dia iria conhecer e até produzir o disco de Elza Soares! Mas enfim, esse disco do projeto eletrônico de Joly mostra sua versatilidade e ecletismo. Não é pra quem curte um segmento específico de música eletrônica, mas sim pra quem curte música em geral. "Elétrico Brasil 2002" tem batidas pesadas, cool jazz, experimental, coisas mais rock e termina com uma balada eletro francesa maravilhosa.

por Marcelo Ozorio em 21/01/2005
Laboratório de pesquisas

Este tipo de trabalho coletivo tem a grande vantagem de abrir todas as possibilidades musicais para os participantes, que podem exercitar suas intenções sonoras, sem limites e com muita liberdade de produção. O resultado, obviamente, reflete este clima de experimentalismo, gerando um disco de qualidade, denso e criativo. Esta dimensão vai muito além do estilo e pode agradar até quem costuma torcer o nariz para a enxurrada eletrônica que vagueia por aí. E é exatamente o que aconteceu comigo. Destaque para Preta Menina e para a balada em francês. Recomendo!

por João Batista Rodrigues em 10/09/2005
Negativas (0)

Ficha técnica
Artistas principais
Ano
2002
Lançamento
01/12/2002
Gênero
Eletrônico
Código do produto
7898369060123
Selo
Reco-Head
Formato
CD Simples
Perfil do artista
Agenda