A Tratore por aí:

Tô Zerado

Palavras-chave MPB.


Zé Geraldo relança o 14º cd, 'Tô Zerado', pelo seu próprio selo 'Sol do Meio Dia'.
O Cd é o retrato de uma vitória construída degrau por degrau, trafegando pela marginal, mas também sem fazer concessões ao modismo que entope nossos pobres ouvidos globalizados. Fiel a si próprio, antes de tudo, Zé Geraldo ensina neste novo trabalho que o sonho continua vivo.
O repertorio do disco tem coisas do mato, rock and roll, reggae e uma bonita homenagem ao maluco Raul Seixas. Tô Zerado: "Sol feliz por não ter mais a ilusão de aparecer nos programas do Gugu e do Faustão".



Faixas (10)

1.
Tô Zerado

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


2.
Assim Falou o Poeta

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Direto-


3.
A Baba do Ali Babá

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


4.
Abre Aspas

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


5.
Coração de Rei

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


6.
Tão Bonita

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


7.
Mundo Véio Cansado

Editora: Sol Do Meio Dia


8.
Dama da Noite

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Direto-


9.
Meu Caminho de Nuvens Brancas

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia


10.
Até Tú

Interprete: Zé Geraldo
Editora: Sol Do Meio Dia



Produtos relacionados
(0/0)


   

Resenhas
Positivas (4)
Zerado, mas adorado por várias gerações

Zé Geraldo já é um mito vivo, dentre aqueles que o acompanham desde seus acordes iniciais de "Reciclagem" nos anos 70, em que conta sua própria história, entre outros momentos, como "Uai bichinho". "Entrou pra história", como diria raulzito, com os versos de seu amigo compositor Lúcio Barbosa, um simples chaveiro, nos versos de "Cidadão", entre outras belas letras , como "O profeta". Tratando especifiacamente sobre este disco, que Zé atualmente toca por todos os lugares, encontramos a faixa título, que demonstra seu ceticismo com o grande circuito, apesar de já possuir um público cativo, além da segunda faixa, que também executa ao vivo, "Assim falou o poeta", uma homenagem à Raul Seixas. Também regrava "Meu caminho de nuvens brancas", relembrando os anos 80. Apesar de não possuir este CD, nem o anterior, possuo todos os LPs, já escutei estes e suas faixas em suas últimas apresentações. Vale.

por Celso Augusto Torrano em 23/07/2005
Tô Zerado

Artística ícone de sua geração, mas que jamais estará "zerado"! Basta ouvir este cd e verificar a contemporaneidade das letras, principalmente as que relembram a atual situação política do governo, em meio a tantos escândalos financeiros! Considero-o um clone ainda vivo de nosso Raulzito, também sem perder o swuing do bom rock Brasileiro! É prá conferir!

por José Francisco Bruno em 30/08/2005
Tô com o Zé

O trabalho do Zé Geraldo tem uma importância muito grande para a música popular brasileira.Desde o seu primeiro trabalho que ele vem buscando se comunicar com as novas gerações.Sua música é simples e toca aos corações.É sempre bom saber que o Zé Geraldo continua dando milho aos pombos.Valeu seu Zé.Clovis Ribeiro

por Clovis Ribeiro em 01/09/2005
Quem nasce Zé Geraldo, não morre Johnny!

Mais um registro fonográfico de Zé Geraldo. Isso é um excelente sinal. Um sinal que artistas tarimbados ainda conseguem sobreviver e fazer boa música à margem do lodo que entope a grande mídia. "Tô zerado" é o Zé Geraldo de sempre, sem perder a verve criativa e contestatória que o caracterizou, com canções que tornaram-se clássicos como "Semente de tudo", "Cidadão" e "Milho aos pombos". A faixa-título abre o cd, e já diz a que veio: Country rock bem sacado, marcado pela gaita de Zé e solos de guitarra, e letra ácida, falando sobre sua carreira e sobre sua condição atual: Artista independente que vai muito bem, obrigado, sem depender de aparições esporádicas em programas imbecilóides de tardes de domingo. "Assim falou o poeta" é uma bonita homenagem ao Maluco Beleza, com uma letra parecendo uma colcha de retalhos, com várias referências à músicas de Raulzito. Outra bela canção, evidencia o bom trabalho de Zé Geraldo como intérprete: "Abre aspas" de Nô Stopa conta com um bela letra e ar

por Edinaldo Pacheco em 03/09/2005
Negativas (0)

Escreva uma resenha






Você gostou do disco?



Resenha (opcional)




Ficha técnica
Artistas principais
Ano
2004
Lançamento
23/08/2005
Gênero
MPB
Código do catálogo
SMD 002
Código do produto
7898369062233
Selo
Sol do meio dia
Formato
Album/CD
Perfil do artista
Agenda