Capa do disco “Trell”, de “Ala”

Aíla

Trelêlê

Em seu disco de estreia, Aíla lança mão de múltiplas referências para fazer música com um pé na cultura tradicional paraense e outro no mundo, das sonoridades amazônicas até a multiplicidade da música pop. Um álbum que causa movimentos involuntários dos pés à cabeça, um verdadeiro tremelique, como o próprio título sugere. Uma mistura que dispensa rotulações, mas que se apresenta da melhor forma: despretensiosa, com gosto de novidade, para ouvir e dançar.

Mais informações sobre esse artista: Aíla

Quer ajuda para publicar suas músicas?

logo da Tratore