A Tratore por aí:

Destaques

O pequeno principe, Antônio Carlos Jobim, Paulo Autran e outros
Selo Festa

O livro infantil do Saint-Exupery é um verdadeiro decálogo das virtudes humanas. É um livro das perguntas obvias e respostas não convincentes. O disco produzido por Irineu Garcia nos anos 50 tem a interpretação do talentoso grupo de teatro de Paulo Autran, que também conta com o fundo musical, do então pouco conhecido, Tom Jobim virou uma mensagem para todas as idades. A reedição desta obra faz parte de um resgate cultural produzido pelo Selo Festa.




Top 20 dos últimos 60 dias Veja mais

Em breve Veja mais

   
 
Rádio Tratore
Agenda
30 de agosto – 20:00
Turnê Piano Brasil VIII Coletânea Piano Brasileiro, Vol. 2: Alberto Nepomuceno
O pianista Miguel Proença, um artista Steinway que figura no "Wall of Fame" da Steinway&Sons, em Hamburgo, na Alemanha, juntamente com os maiores pianistas de todos os tempos, lança a oitava edição do Projeto Piano Brasil, com patrocínio excluisvo do BNDES. A realização é da Delphos Produções, Branco Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal. O projeto, consolidado como uma das principais iniciativas da música erudita brasileira dos últimos anos. Projeto Piano Brasil, que já esteve em 150 cidades brasileiras, passará por todo o país, de norte a sul, entre os meses de março e outubro de 2015. As cidades beneficiadas são: Região Sul: Novo Hamburgo/RS, Quaraí/RS e Joinville/SC; Região Sudeste: Campinas/SP, São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Uberaba/MG, Juiz de Fora/MG e Rio de Janeiro/RJ; Centro-Oeste: Goiânia/GO e Cuiabá/MT Nordeste: São Luiz/MA, Teresina/PI e Aracaju/SE; Norte: Belém/PA Piano Brasil VIII com Miguel Proença oferecerá 15 recitais a preços máximos de R$20,00; 15 ensaios abertos destinados à rede pública de ensino, onde será distribuída às crianças uma cartilha gratuita ilustrativa, criada exclusivamente para este projeto, voltada para a iniciação à música erudita brasileira, transformando os ensaios em uma espécie de show-aula. O texto da cartilha é assinado pelo Maestro Ricardo Prado e as ilustrações ficaram sob responsabilidade de Bruna Assis Brasil. A fim de promover os jovens artistas locais, o pianista irá ministrar também 15 masterclasses gratuitas nos conservatórios ou escolas de música das cidades visitadas, tendo como público-alvo músicos, alunos, pedagogos e arte/educadores. www.miguelproenca.com.br
01 de setembro – 20:00
Evento Teste Procedimento
teste
02 de setembro – 20:00
Festival Fartura Lithos
Show com André Siqueira Quarteto no Festival Gastronômico Fartura, em Tiradentes-MG. Dia 02/09/2016 às 18Hs.
Uma resenha
Rio de Janeiro Jazz Trio, Bop Till You Drop Mix House
João Batista Rodrigues escreveu: O título deste cd revela, de cara, as intenções dos músicos participantes: tocar até cair. Não por se tratar de algum ritmo frenético, mas pelo o envolvimento e o "transe" que o jazz proporciona em quem toca e em quem ouve. Trio básico-contrabaixo, piano e bateria- o Rio de Janeiro Jazz Trio é integrado por músicos de altíssimo nível, com formações diversificadas mas comprometidos com uma raiz brasileira, que pode ser percebida na audição do disco. Todas as composições são do próprio trio, com exceção da primeira, de autoria de Gilson Peranzetta, também grande músico, identificado com a música instrumental brasileira. Para que gosta de jazz, sem preconceitos, é uma ótima pedida.
Um produto
Natália Barros, Caligrafias Independente (dist. Tratore)
Caligrafias - músicas, é o resultado do trabalho da cantora e poeta Natalia Barros e do seu encontro com os músicos: Alê Prade e Tuco Freire. O trio trabalhou junto desde 2012, pesquisando, compondo, gravando e apresentando-se em diversos lugares. As composições partiram dos poemas, do livro homônimo, de Natalia Barros, que foi contemplado com o edital PROAC e lançado em 2012 e, ganharam forma com os diversos shows que realizaram juntos. Os poemas, deram origem às canções (12 faixas) que variam do universo pop ao jazzístico, numa atmosfera onde as canções e os textos se intercalam.