A Tratore por aí:

Destaques

Luísa Maita, Fio da Memória
Independente (dist. Tratore)

Produzido por Zé Nigro e Luísa Maita, (mais Tejo Damasceno, em duas faixas), o disco traz feminilidade e intensidade envolvidas por linguagem eletrônica que transita pelo trap, jazz, tribal, cancioneiro brasileiro e dancehall. As letras têm uma linguagem quase onírica e as frases muitas vezes se desmancham no ar. São versos viscerais, cuja beleza está na conexão quase aleatória que estabelecem entre si. Participação de: Douglas Alonso, Fernando Catatau, Freddy Prince, Jam da Silva, Luiz Cavalcanti, Magno Vito, Marcelo Maita, Rafa Barreto, Rodrigo Campos, Samuel Fraga e Zé Godoy.






Top 20 dos últimos 60 dias Veja mais

Em breve Veja mais

   
 
Rádio Tratore
Agenda
08 de dezembro – 20:00
Show Mirianês Zabot canta Gonzaguinha - Pegou um Sonho e Partiu / No Bistrô Esmeralda Mirianês Zabot canta Gonzaguinha: Pegou um Sonho e Partiu
Serviço: Show Mirianês Zabot canta Gonzaguinha - Pegou um Sonho e Partiu. Dia 08 de dezembro de 2016, quinta-feira, às 21h00. Faixa etária: livre. Ingressos: R$ 30,00. Duração: 70 minutos. Local: Bistrô Esmeralda - Rua Esmeralda, nº 29, Aclimação, São Paulo/SP (as estações de metrô Vergueiro e Paraíso estão aproximadamente a 900 metros). Informações e reservas: (11) 95850-0040 | contato@bistroesmeralda.com.br | www.bistroesmeralda.com.br. Venda de ingressos no local (em dinheiro, cartões de débito ou crédito). Não possui acessibilidade universal. Possui estacionamento próximo. Capacidade: 45 lugares.
10 de dezembro – 20:00
Vigília do Rap A Última chamada
Vigília do Rap com toda a Família espaço hip hop positivo, Trap G O General e Mano Recco. Igreja Rosa de Saron Rua Luis de Medeiros da Silva, 288 - Jardim São Pedro - Itaquera Apartir das 22:00hrs
17 de dezembro – 20:00
Entrevista na radio 87,5 fm (Programa resgate vida) A Última chamada
Entrevista ao vivo com o Rapper Trap G na radio 87,5 Fm (Garota fm) no programa resgate vida apartir das 19:00 Hrs
Uma resenha
Azul, Azul Moophonix
João Batista Rodrigues escreveu: Confesso que comprei este disco, sem ouvir, apenas por causa da capa, com tratamento gráfico genial, e pelo nome do Webster Santos, que conhecia de outros trabalhos, principalmente com a Ceumar. Valeu a intuição, já que o som é de primeira, com variantes criativas do jazz e algum acento brasileiro, como não poderia deixar de ser. Instrumentistas de altíssimo desempenho, arranjos precisos e sonoridade cativante. Que venham novos trabalhos do grupo!
Um produto
Manuela Rodrigues, Se a Canção Mudasse Tudo Independente (dist. Tratore)
A cantora e compositora baiana Manuela Rodrigues lança Se a canção mudasse tudo (Natura Musical), seu terceiro álbum de inéditas, os produtores Andre T, Gustavo di Dalva, João Milet Meirelles, Luciano Bahia e Tadeu Mascarenhas dividiram a produção das faixas. O cd traz catorze faixas – doze delas inéditas: são dez composições da nova safra de Manuela (solo ou em parcerias) e Oxe, Oxe, Oxe (MR/Álvaro Lemos), lançada como single em 2013. O álbum traz ainda as inéditas Risos, do baiano Ronei Jorge, Vai que eu desembeste, de Romulo Fróes e Clima e uma releitura de Extra II (Gil)